Meu perfil
BRASIL, Sudeste, VOTUPORANGA, VILA MARIN, Homem, de 36 a 45 anos, Zulu, Azerbaijani, Tabacaria, Animais, fazer a cobra fumar
MSN -




Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 Facebook do Lamparina
 Blog do Lamparina (antigo)
 Twitter do Prefeito Marão Filho
 Twitter do Lamparina
 Dcionário Priberam da Língua Portuguesa
 F. Pepito Verbos
 T.C.E
 T.R.E-SP
 T.S.E
 Câmara Municipal de Votuporanga
 Prefeitura Municipal de Votuporanga
 SAEV
 UNIFEV
 Portal Transparência Brasil
 Blog do Azenha Vi o Mundo
 Carta Capital
 Jornal A Cidade
 Jornal Diário de Votuporanga
 Conversa Afiada do PHA
 Blog do Eduardo Guimarães
 Blog Escrevinhador do Rodrigo Vianna
 Blog do Professor Hariprado
 Blog do Josias de Souza
 Blog do Luciano Viana
 Observatório da Imprensa
 Óleo do Diabo (Gonzum)
 Blog do Paulo Cosmo
 Blog do Ricardo Fujiro
 Portal Vermelho org.
 Jornal do Poeta Gibim
 Blog do Miro
 FBI
 Blog da Dilma
 Terra Goyazes
 Criador de Saci
 Amigos do Presidente Lula
 Blog da Irmã Cleycianne
 Blog do Celito Garcia
 Blog do Manuel Ruiz
 Receita Federal (consulta de CNPJ)
 Blog do Virgulino
 Refluxo News
 Pedagiômetro
 Votulandia
 Blog do Cardosinho
 Blog do Juliano Matos
 DOMíNIO PÚBLICO
 trezentos
 Blog do vereador Osvaldo Carvalho
 Blog do Fofoqueiro
 Uma vida sobre duas rodas
 Blog do vereador Meidão
 jornal O Jornal
 Votunews
 Diário Web
 Receita - Consulta CGC
 Consulta Sócio




BLOG DO ROBERTO LAMPARINA
 


MISTÉRIO QUASE DECIFRADO

 

          Diante da delirante insistência do prefeito João Dado em lhe auto atribuir a receita do 13º Salário, o Blog do Lamparina tentou buscar uma explicação para seu ato de legislar em causa própria e, num furo de reportagem, descobriu o que pode ser um dos possíveis motivos.

          Como declarou em 2014 em sua lista de bens na campanha para deputado federal, João Dado declarou patrimônio de R$ 2.143.038,97. Já na campanha para prefeito em 2016, o candidato João Dado declarou patrimônio de R$ 1.232.691,07, uma perda de quase metade do seu capital declarado em 2014. Não sabemos o que o levou a tamanho prejuízo, mas é uma prestação de contas públicas que está disponível na sua declaração de bens na Justiça Eleitoral nos dois períodos.

           Logo, presume-se que, agora eleito prefeito, esteja buscando mais receitas próprias para reaver este prejuízo declarado ao público!!!




Escrito por LAMPARINA às 15h50
[] [envie esta mensagem
] []





LIMINAR ACEITA

JUIZ ACEITA PEDIDO DE LIMINAR PARA DECRETAR INDISPONIBILIDADE DE BENS DO EX-PREFEITO MARÃO FILHO, DO EX-VICE CABO VALTER E DEMAIS ENVOLVIDOS NA AÇÃO CIVIL PÚBLICA DE ENRIQUECIMENTO ILÍCITO QUE APURA IRREGULARIDADES NA LICITAÇÃO QUE CONTRATOU EMPRESA DE EVENTOS ( UMA DAQUELAS QUE SEMPRE ERAM VENCIDAS PELA EMPRESA DONA DA CARRETA-PALCO SOB MEDIDA).
UM DIA A CASA CAI!!!

 

 

 



Escrito por LAMPARINA às 01h26
[] [envie esta mensagem
] []





TÁ TOTALMENTE DESFAVORÁVEL

 

          Se a situação do governo golpista Temer é calamitosa com apenas 7% respondendo que o governo é bom ou ótimo, contra 69% de ruim ou péssimo, segundo a última pesquisa Datafolha, a situação do prefeito João Dado é um pouco mais complexa ainda.

           Uma enquete promovida por este blogueiro no grupo fechado de internet RECLAME VOTUPORANGA, grupo público com quase 13.500 membros de maioria absoluta de moradores do município, fez a seguinte pergunta aos internautas: “Qual a sua opinião sobre os 5 meses do governo municipal administrado pela dupla João Dado e Renatão Gaspar?”

             Surpreendentemente o PÉSSIMO e o RUIM anotaram 95,61% da preferência dos 228 internautas que tiveram coragem de expressar seu voto ao público nominalmente (coisa que aqui em nosso terreiro dominado pelas perseguições individuais, não é para qualquer um...), contra 0,43% de BOM e zero de ÓTIMO; 3,94% responderam não ter opinião formada.

             As polêmicas, contradições, idas e vindas que têm acompanhado à administração deste sua posse talvez explique muito deste resultado de desaprovação tão grande da administração João Dado pela ótica da população. Começou com a retirada do 14º do funcionalismo municipal, depois veio a polêmica dos portões e as idas e vindas do decreto, com repercussão negativa local, regional e até estadual. A mais nova polêmica que envolve a administração é a insistência do senhor prefeito em tentar aprovar para si, para seu vice e demais agentes políticos, o recebimento de Décimo Terceiro Salário.

             Apesar da Constituição Federal no seu parágrafo 4 do Art 39 negar este direito com o texto (§ 4º O membro de Poder, o detentor de mandato eletivo, os Ministros de Estado e os Secretários Estaduais e Municipais serão remunerados exclusivamente por subsídio fixado em parcela única, vedado o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de representação ou outra espécie remuneratória, obedecido, em qualquer caso, o disposto no art. 37, X e XI. [Incluído pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998]), o STF possibilitou jurisprudência para que o recebimento seja possível em alguns entendimentos já proferidos.

              Desde então o senhor prefeito João Dado tem tentado de todas as formas aprovar este recebimento. Mandou projeto para o Legislativo, que diante da repercussão pública negativa que os munícipes exerceram, em mais outra onda de idas e vindas, o prefeito retirou o projeto da pauta temendo uma derrota até da parte dos 13 vereadores eleitos pela sua base política.

             Agora o prefeito estuda alguma manobra jurídica para decretar o recebimento à revelia do Poder Legislativo. A medida pode ser entendida como uma desvalorização total do Poder Legislativo, uma vez que desabilita o poder do manifesto dos edis no assunto, ou, como tem tido leitura alguns, uma blindagem da parte do prefeito aos seus 13 vereadores, poupando-os de legislar em matéria tão ácida e até de uma derrota, o que seria uma derrota política muito grave para uma administração que está só no seu começo.

             Seja lá como for, em tempos de crise tão acentuada e ainda com o agravante da perda dos direitos trabalhistas que sofremos nós trabalhadores de todo o Brasil nesta semana, é meio incoerente um agente político querer engordar suas receitas. Seria nitidamente um escárnio ao povo trabalhador.

 

              É bom o prefeito João Dado dar uma espiadinha na enquete e entender que a maré não anda nada favorável para o lado da classe política, em especial para ele!!!

 



Escrito por LAMPARINA às 01h02
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]