Meu perfil
BRASIL, Sudeste, VOTUPORANGA, VILA MARIN, Homem, de 36 a 45 anos, Zulu, Azerbaijani, Tabacaria, Animais, fazer a cobra fumar
MSN -




Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 Facebook do Lamparina
 Blog do Lamparina (antigo)
 Twitter do Prefeito Marão Filho
 Twitter do Lamparina
 Dcionário Priberam da Língua Portuguesa
 F. Pepito Verbos
 T.C.E
 T.R.E-SP
 T.S.E
 Câmara Municipal de Votuporanga
 Prefeitura Municipal de Votuporanga
 SAEV
 UNIFEV
 Portal Transparência Brasil
 Blog do Azenha Vi o Mundo
 Carta Capital
 Jornal A Cidade
 Jornal Diário de Votuporanga
 Conversa Afiada do PHA
 Blog do Eduardo Guimarães
 Blog Escrevinhador do Rodrigo Vianna
 Blog do Professor Hariprado
 Blog do Josias de Souza
 Blog do Luciano Viana
 Observatório da Imprensa
 Óleo do Diabo (Gonzum)
 Blog do Paulo Cosmo
 Blog do Ricardo Fujiro
 Portal Vermelho org.
 Jornal do Poeta Gibim
 Blog do Miro
 FBI
 Blog da Dilma
 Terra Goyazes
 Criador de Saci
 Amigos do Presidente Lula
 Blog da Irmã Cleycianne
 Blog do Celito Garcia
 Blog do Manuel Ruiz
 Receita Federal (consulta de CNPJ)
 Blog do Virgulino
 Refluxo News
 Pedagiômetro
 Votulandia
 Blog do Cardosinho
 Blog do Juliano Matos
 DOMíNIO PÚBLICO
 trezentos
 Blog do vereador Osvaldo Carvalho
 Blog do Fofoqueiro
 Uma vida sobre duas rodas
 Blog do vereador Meidão
 jornal O Jornal
 Votunews
 Diário Web
 Receita - Consulta CGC




BLOG DO ROBERTO LAMPARINA
 


CHEIRO DE VIDA

 

          Acho definitivamente que nasci com alma incorrigível de pobre. Enquanto todo mundo gosta de shopping, galerias luxuosas com ar condicionado e todo conforto (tudo definitivamente com seu preço e com os mecanismos de enganação que mantém a existência desses paraísos capitalistas), com aquelas vendedoras lindas, cheirosas e bem vestidas que falam baixinho, eu gosto mesmo de uma boa feirona, daquelas do tipo que se vê lá pelos lados do Norte e Nordeste, onde tudo está devidamente exposto ao olhar do possível comprador e, as técnicas de venda superam qualquer estratégia motivacional, sendo que quem grita mais alto leva o possível comprador pra sua porta.

           Eu descarregava sempre em Belém num atracadouro de balsa que fazia o transporte de produtos entre Belém e Manaus, que ficava uns trezentos metros do mercado Ver-o-Peso, e enquanto aguardava o descarregamento sempre corria lá pra apreciar aquilo tudo. Muita gente, muitos aromas, tudo quanto é coisa sendo vendida num mesmo lugar, desde brechó de roupas usadas até peças de fogão, peixes, verduras, frutas da região, ervas medicinais, garrafadas, artesanatos e etc. Uma maravilha indescritível, tudo com preço negociável e podendo variar o preço da pedida primeira e do negócio fechado, em uma diminuição de 70%. Tenta negociar assim no shopping??? Chamam logo a segurança e colocam o pobre chorão pra fora a pontapés!!!

          No Nordeste gosto muito do Ceasa de Juazeiro-BA e especialmente da feira em Caruaru-PE, algo mágico e extremamente extraordinário. Aqueles cheiros e sabores (os prazeres de uma generosa fatia de requeijão de cabra com uma fatia de pão caseiro bem banhado na manteiga de garrafa...) misturados ao fascínio das cores e com a energia da diversidade de pessoas que circulam pelos corredores entre as barracas, que têm de tudo um pouco. Ninguém sabe ao certo quem é o turista que está ali a passeio e conhecendo um dos pontos turísticos mais visitados da região, e quem é o comprador habitual que se vale da feira para encher sua prateleira e suprir sua necessidade de todo tipo de produtos ali vendidos.

          Como observador invisível de gente, sou visitante constante também das rodoviárias do Norte e Nordeste, e tendo um tempinho, corro logo pra alguma rodoviária admirar mais um espetáculo desse incrível teatro da vida. Algo surreal para alguém criado aqui na barranca do Rio Grande, na tríplice fronteira. A gente vai às rodoviárias aqui da região e nada tem de interessante. Grandes prédios (como se essa fosse à marca que os construtores quisessem perpetuar), pouco movimento de passageiros em dias normais e tudo refletindo aquela pasmaceira interiorana. Já, você vai numa rodoviária do tipo da de Açailândia-MA, por exemplo, também interior do Maranhão, mas uma ligação central de distribuição para quem segue sentido São Luiz via Buriticupu ou para o Pará via Dom Elizeu, e percebe todas as diferenças. Prédio pequeno e precário com tudo e todos se adaptando a esta condição primária. Movimentadíssima durante todos os períodos, com aquele chega e sai de gente levando e trazendo tudo dentro dos ônibus e vans que fazem o transporte de passageiros (e cargas...) da região.

          É a capacidade impressionante que o ser humano tem de se adaptar a tudo. Pequenos espaços, gente se acotovelando e carregando malas, caixas de isopor, caixaria de todo tipo, e ainda assim compondo um cenário tão dinâmico, com pessoas de todo tipo superando suas dificuldades e buscando suas necessidades de um lado para o outro. No intervalo disso dá pra se arranchar numa barraca de “chambari” ou “panelada” (uma espécie de arroz feito com suan de porco ou de boi que tem em todo canto do lugar) e comer uma pratada que mata a fome, por 6 Reais. Eu nunca morri!!!

          Enfim, além de todos esses diferenciais humanos e sociais, não gosto de pagar 10 vezes mais do que vale num produto só porque ele está sendo vendido por uma mocinha cheirosa, num ambiente requintado e com ar condicionado. Além do mais, fui motorista de ônibus e já levei sacoleiro daqui pra tudo quanto é lado pra fazer compras. Sei de onde vem tudo, e é exatamente do mesmo lugar. É do Brás em SP (com todas as falsificações legítimas e licenciadas pela inoperante fiscalização), dos atacadistas de Maringá e Cianorte-PR e das confecções baratinhas de Goiânia e Jaraguá-GO. E tem sacoleiro do meu tempo que ficou muito rico e hoje administra império da moda nas Brisas...

          Conversando com minha “cumade” Cris Dalto esses tempos, descobri que ela também é apreciadora de uma boa feirona. Então, com ela já somos dois...

          Pra sentir cheiro bom de mulher bonita não preciso pagar caro... Fico com o meu amor, que tem cheiro de laranjais em flores!!!

       

 

 

 



Escrito por LAMPARINA às 14h15
[] [envie esta mensagem
] []





HUMOR CAIPIRA DA TERRA



Escrito por LAMPARINA às 11h52
[] [envie esta mensagem
] []





HUMOR CAIPIRA DA TERRA



Escrito por LAMPARINA às 12h54
[] [envie esta mensagem
] []





HUMOR CAIPIRA DA TERRA



Escrito por LAMPARINA às 22h56
[] [envie esta mensagem
] []





HUMOR CAIPIRA DA TERRA



Escrito por LAMPARINA às 13h30
[] [envie esta mensagem
] []





HUMOR CAIPIRA DA TERRA



Escrito por LAMPARINA às 01h58
[] [envie esta mensagem
] []





FIEL DO CELEIRO

 

          A internet é um celeiro vazio que qualquer indivíduo mais habilidoso nos conhecimentos do setor pode depositar lá seus produtos. Alguns depositam coisas boas: informações, pesquisas, trabalhos acadêmicos, dados gerais, humor (meu caso), arte, trabalhos literários que não teriam condições de expor noutros varais e querem que estejam ao alcance público (O BEIJO DOS VAMPIROS À LUZ DE LAMPARINA). Outros se dedicam exclusivamente em disseminar coisas ruins e muitas vezes criminosas: vírus, roubo de senhas, clonagem disso e daquilo, phishing (estelionato eletrônico) e tantos outros crimes que estão sendo cometidos pela internet, quebrando a privacidade das pessoas, disseminando mentiras e inverdades de tudo quanto é forma como se verdades absolutas fossem, sendo que também dentro dessas mentiras acaba ocorrendo outras formas de crimes contra a honra.

          O Marco Civil Regulatório da Internet é uma iniciativa legislativa surgida no final de 2009, exatamente para regular o bom uso da internet. Não é do PT e nem de partido algum, mas se fosse, teria que ser do PSDB, já que Eduardo Azeredo (o mesmo do mensalão do PSDB) em 2003 foi Relator no Senado do PLC 89, de 2003, inicialmente PL 84, de 1999, na Câmara dos Deputados, que se iniciou 13 anos antes, em 1996, que continha a discussão até hoje polêmica da definição dos crimes eletrônicos como: difusão de vírus, acesso não autorizado mediante quebra de dispositivo de segurança, cópia de senhas ou outras informações pessoais, "phishing", ataques a redes de computadores, clonagem de cartões de crédito e débito e os mesmos crimes quando praticados por militares.

          A necessidade de estabelecer regras para o uso da internet não afeta as pessoas que usam ela para o bem, para trocar informações, para se informar e manter-se informado, adquirir conhecimentos que equivalem ao estudo de horas sentado num banco de escola ou universidade. As regras só afetam os criminosos de internet e os que fazem mau uso dela. Então, quem a defende desregrada e agressiva, defende seu uso criminoso.

          Mas, como mote de campanha política e tentando jogar esse ônus no colo do PT, a extrema-direita vem (sem sucesso) tentando fazer do Marco Regulatório um aparelho de censura. Quem pensa um pouco logo se pergunta: mas justo eles que impuseram ditadura e se valeram disso e de todas as formas de censura e tortura??? Quem pensa um pouco logo vê que algo aí cheira muito ruim.

          Eu lido com fatos e não tenho muito apego aos especulatórios, então quero me embasar neles para dizer que o Marco Regulatório tramitou na Câmara onde teve o texto aprovado em 25/03/2014, estando agora submetido à votação do Senado Federal. Nas duas Casas de Leis o projeto sofrerá mudanças e adequações nas Comissões até que possa ser votado.

          Para aquele cidadão alienado, que não acompanha porra nenhuma e depois sai compartilhando merda na internet, exatamente dos que a usam para cometer crimes, fazendo o jogo dos que sempre atrasaram o Brasil, quero dizer que o PT não é o dono do Poder Legislativo e toda vez que a oposição quer ela bate a porcaria do PT, que não tem consenso sequer na sua base. Quem não se lembra da votação da continuidade da CPMF, criada por tucanos e que no meio do mandato do Lula a demotucanada (e boa parte do PMDB traíra...) decidiu derrubar alegando que abaixaria o preço dos produtos ao consumidor (estamos esperando os resultados até hoje...). Todos nós que nos inteiramos das relações políticas sabíamos que era mentira e que estavam somente derrubando um imposto que ajudava muito quem governa. Além do mais denunciava as grandes movimentações financeiras, justamente porque era um imposto que só pegava majoritariamente ricos, e ricos no Brasil precisam de isenção.

          Então, que paremos de compartilhar merda e coloquemos nosso cérebro para trabalhar. Se alguma coisa não está de acordo nas regras do Fiel do Celeiro, que nos mobilizemos para adequá-las, nos valendo da pressão aos nossos representantes no Legislativo.

              Entrar nesse jogo da extrema-direita raivosa e criminosa é extrema-burrice!!!

 

 

 

 

 

 



Escrito por LAMPARINA às 09h12
[] [envie esta mensagem
] []





QUEM PERDEU???

 

                                   “QUEM PERDEU???”

 

          Tendo sido honrado pela doutora Eva Maria e pelo professor Tião do Gás com a missão de construir um planejamento de governo com bases voltadas à verdadeira prioridade no investimento público, tomamos alguns cuidados para que de fato essas prioridades fossem eternizadas ao público e pudéssemos mais tarde cobrar, de quem quer que fosse o vencedor do pleito, essas prioridades.

          Dentre essas prioridades eternizadas no Planejamento de Governo da Eva/Tião, anotamos uma que agora, depois das últimas chuvas, notamos ser de vital importância para a manutenção do nosso sistema de capitação de água, o desassoreamento da represa.

          Não precisava ser nenhum visionário para vislumbrar que a estupidez provocada pela extensão do loteamento Jardim Universitário até às margens da represa, sem nada que fizesse a contenção em nível numa área de descaída, só agravaria mais o estado de abandono e da falta de políticas de proteção da represa.

          Tivemos o cuidado de eternizar outras medidas importantes também, como o compromisso de construir 3 mil casas populares.

          Tenho por utopia pessoal dois projetos importantíssimos que um dia espero ter a oportunidade de torná-los realidade, o Crematório Social, projeto pelo qual o poder público arcaria com os custos de cremação de quem assim deixasse isso por vontade expressa ou da família, e um grande projeto de saúde pública em parceria com os cursos de Educação Física, Enfermagem e agora o de Medicina da UNIFEV, fomentando em locais públicos o hábito esportivo, tendo a possibilidade de que neste mesmo local o indivíduo possa ser monitorado por enfermeiros e médicos, medindo pressão arterial e demais exames práticos que possam detectar e prever doenças mais complexas.

           A prevenção é o melhor remédio!!!

         

 

 

 

 

 



Escrito por LAMPARINA às 14h34
[] [envie esta mensagem
] []





CIDADE TURVA

  

          Notícia bacana pra decorar a primeira página de jornal, mas dando uma volta pela cidade descobriremos que realmente não passa de mais uma demagogia barata da administração municipal.

          Se a administração realmente quisesse mudar este panorama começaria o plantio pelas suas repartições, sem nos esquecermos de que o projeto de remodelação da Rua Amazonas foi contemplado de palmeiras (os coqueiros estéreis, que nem cocos dão...) ao invés de uma qualidade de árvore que promovesse de fato esta sensação de refresco das altas temperaturas que tem nos castigado nos últimos tempos.

          Então, entendo que estas criancinhas e estes marmanjos sem noção em volta, tornam-se apenas parte da modelagem de algo que não passa da notícia balelesca e do click da fotografia, este sim o único e verdadeiro intento da matéria.

          Caso realmente queiram mudar este panorama, que comecem plantando árvores em todas as repartições municipais, principalmente nas novas unidades de saúde (sem esquecer-se das velhas que também não têm...), porque assim o povo que lá espera pela burocracia interminável da péssima gestão dos serviços de saúde pública que nos está sendo disponibilizado, pode repousar tranquilamente a sombra delas. Que o diga nosso amigo Poeta Gibim e seu calvário com o sofrimento do seu pai...

          Nem vamos entrar no mérito de que o selo “Cidade Verde” - que passávamos sempre muito longe do cumprimento das metas necessárias -, nos caiu no colo depois que milagrosamente a prefeitura contratou os serviços do filho de um político ambientalmente correto no estado para fazer um projeto do megalomaníaco parque da represa (que atualmente está em status de repouso, depois da queda do rincão azul Squematti, tendo virado apenas uma remodelação necessária e urgente). Uma mão lava a outra e as duas enverdecem uma cidade inteira.

           Reparem que não estou afirmando nada, só anotando as coincidências do calendário. Feliz coincidência que nos mudou o status para “cidade verde”, mesmo que de fato ainda estejamos tão ou mais turvada do que antes!!!

 

 

 



Escrito por LAMPARINA às 11h37
[] [envie esta mensagem
] []





HUMOR CAIPIRA DA TERRA



Escrito por LAMPARINA às 20h40
[] [envie esta mensagem
] []





HUMOR CAIPIRA DA TERRA



Escrito por LAMPARINA às 01h12
[] [envie esta mensagem
] []





EU E O ZÉ...


NÃO SATISFEITO EM NÃO DESEMPENHAR SEU TRABALHO COMO DEVERIA, O ZÉ AGORA ME MANDA RECADOS VIA SEU PÚLPITO...
CALMA ZÉ... SUA APOSENTADORIA ESTÁ PRÓXIMA E PODERÁ CUIDAR MELHOR DOS SEUS NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS E DO SEU BANQUINHO INFORMAL...
MAS, SAIBA QUE EU NÃO TENHO MEDO DE VOCÊ, MUITO MENOS DOS CORRUPTOS E PREVARICADORES QUE VOCÊ AGASALHA DEBAIXO DAS SUAS ASAS!!!
A MINHA ARMA É A PENA E A SUA É A INJUSTIÇA!!!



Escrito por LAMPARINA às 15h33
[] [envie esta mensagem
] []





HUMOR CAIPIRA DA TERRA



Escrito por LAMPARINA às 22h56
[] [envie esta mensagem
] []





HUMOR CAIPIRA DA TERRA



Escrito por LAMPARINA às 23h52
[] [envie esta mensagem
] []





AUMENTÃO DA DEPRESSÃO DO JUNÃO

 

 

          Noite atípica na sessão de hoje na Casa do Povo. O clima esquentou em decorrência da votação do Projeto de Lei que define o reajuste do servidor público e que foi votado esta noite. Sessão tumultuada e que acabou tudo como deveria, mais um carimbaço da Casa validando o projeto do Executivo da forma exata como foi enviado para votação.

          Diante da alegação do nobre edil Jura de que o seu também nobre colega Edilson do Santa Cruz e a servidora Rosemar Cezário de Freitas teriam interferido e prejudicado a negociação sindical (prestado um desserviço, foi o termo utilizado pelo Jura) definindo com o Executivo o acordo que baseou os termos enviados para votação, tendo este texto culminado em valores menores do que o que a administração já tinha oferecido ao sindicato e estava ainda como parâmetros de negociação, o tumulto de números, cálculos e previsões futuras acabou aumentando ainda mais a dúvida de todos, inclusive de boa parte dos nobres pares.  

          Novamente destaque para o sempre bom senso do nobre Osvaldo Carvalho que pediu vistas ao projeto, mas na votação do pedido foi derrubado por 8 votos contra 6, prova cabal de que quase metade dos nobres estavam em dúvida sobre o que ali estariam votando. A maior prova de que a dúvida ali reinava foi o fato de que o nobre Douglas Lisboa, advogado da prefeitura e que participou do processo de negociação, votou a favor do pedido de vistas, o que depois lhe rendeu severas críticas do colega Meidão, que disse não entender sua postura de ter participado do processo na qualidade de representante dos interesses dos servidores e depois manifestar dúvidas do que ajudou a fazer.  

           Mas, depois da tentativa de postergar a votação nos termos regimentares do pedido de vistas, o projeto do Executivo foi votado nos termos exatos e passou sem maiores problemas, aprovando o aumentão de 5,40% e anexando o prêmio por assiduidade ao salário, o que representa uma perda naquela proposta que o sindicato já tinha recebido da prefeitura, mas por outro lado garante um ganho nos demais direitos trabalhistas, pois o prêmio passou a ser incorporado no mesmo. (no triste episódio de hoje o ditado se fez diferente e, entre mortos e feridos morreram todos, pois ficou ruim para os servidores, para os edis e especialmente para o prefeito, que demonstra não ter nenhuma solidariedade e nem sensibilidade para o verdadeiro servidor que toca de fato a máquina)

          Muita coisa aconteceu nos pronunciamentos da noite, mas meu pouco tempo me impede de dissecar os assuntos com a relevância que mereceriam, então me aterei aos acontecimentos altamente relevantes da noite.

           Definitivamente não foi a noite do nobre Douglas, que antes do imbróglio da votação do conturbado projeto do aumentão,  disse no uso da tribuna que Votuporanga vive uma epidemia de falta de vagas de estacionamento. (certamente o nobre deve morar em Londres e passa por aqui só as segundas, pois quem vive aqui sabe que estamos passando uma epidemia de dengue e um surto de malcaratismo praticante dos nossos homens públicos, que estão fazendo de suas vidas públicas muito pior do que fazem na privada)

           O nobre Pedro Beneduzzi criticou muito a mudança de datas do Cidade Limpa, criticando veementemente o responsável pela pasta de serviços urbanos.

           O Osvaldo novamente foi duro nas críticas ao falho projeto da duplicação da P. Belini, que não contemplou os dispositivos de acesso (pois foram cortados do projeto inicial para economizar custos da ordem de 18 milhões, nos explicou o nobre Eliézer Casali num aparte) e alertou o corajoso governador Geraldo Alckmin sobre os perigos de ele aportar aqui para inaugurar uma obra toda inadequada e cheia de irregularidades. (e pode ter certeza que ele virá, nobre edil... E ao invés do povo mostrar pra ele toda nossa indignação movida a tomate e ovo podre – como foi recebido o maldito e nefasto Covas (que o diabo o mantenha lá no inferno, trabalhando numa cabine de cobrança de pedágio apertada e sem ar ambiente, com assento revestido de couro de pica e sem nenhum centavo de moeda pra dar de troco, tendo que sua vaca mãe ficar ouvindo os elogios da motoristada desbocada  da área)  numa universidade em Botucatu -, farão fila para aplaudir o leguminoso e escutar suas novas lorotas de campanha!!!)

           Como desgraça pouca é bobagem e a noite do nobre Douglas Lisboa foi uma daquelas que acho que ele gostaria de riscar da lembrança, fui devidamente informado por um dos poucos servidores que perdeu seu tempo para acompanhar a votação, que o novo apelido do nobre nos corredores do palácio é “Douglas Iscariotes”. (pior do que isso só mesmo ser obrigado a chamar sogra de mãe!!!)

            Como todos os nobre edis (fazendo média é claro) admitiram que o salário seja pouco e que se pudessem gostariam de elevá-lo nas alturas (menos o Meidão que disse que o salário é ótimo e nossa prefeitura é uma das que paga melhor no estado, além de pagar o tal plano de saúde para o servidor, o SenSaude) gostaria de fazer um apelo ao prefeito, apelo de cidadão desinteressado na causa, já que não sou funcionário público municipal, nem  político e nem apito porra nenhuma, estando umas 3 casas abaixo de ninguém na escala de importância. Nobre prefeito Marão Filho: se coloque um único dia no lugar de um trabalhador que trabalha 30 dias e ao final do mês receberá um salário médio de R$ 800,00. Certamente aqueles meninos bonitos e bem nascidos que orgulhosamente chamam-no de pai gastam isso só de pirulito por mês!!!

           Como não sei se algum dia o prefeito já foi apresentado para o holerite do funcionário público municipal, consegui um exemplar com um despudorado servidor (que não tem nenhuma vergonha na cara de guardar uma imoralidade dessas perto de idosos e crianças...) para, em regime de tortura, fazer essa apresentação obrigatória ao senhor prefeito – Prefeito, este é o salário que o senhor paga para os nossos servidores públicos municipais.

           Não vou aqui falar dos presentes milionários que o senhor e seu antecessor andaram distribuindo na praça, inclusive aquele milhão e tanto que o senhor deu (contra a nossa vontade) para o Cabra do North, pois o senhor virá novamente com aquele papo de que a lei impede e blá blá blá. Muita coisa que aqui a lei impedia teve desvios do caminho e transposições arranjadas e ajeitadas na calada da noite. Só o salário do servidor é que obedece fielmente os rigores da lei.

         Se conseguir dormir depois de ver a imagem de terror desse holerite, tenha uma boa noite!!!

      



Escrito por LAMPARINA às 02h53
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]